Páginas

quarta-feira, 9 de abril de 2008

mendigando até afeto

todo mundo, alguma vez na vida, já atraiu uma pessoa louca. pois é, aconteceu comigo numa sexta-feira de noite que já ficou no passado, andando na avenida paulista. saio do metrô para esperar o ônibus junto com minha amiga, fumando um cigarro.
aí um mendigo se aproxima de nós, olha para mim com ar cúmplice e me pergunta: "fumamos?".
eu respondo: "você eu não sei, eu fumo.".
ele rebate: "me arruma um cigarro?".
eu digo: "não tenho.", porque nem fudendo ia abrir a bolsa ali.
ele fala coisas desconexas que eu não entendo e nem ouço muito bem, e eu e minha amiga apertamos o passo.
eis que o cidadão GRITA no meio da avenida paulista: "PELO MENOS DIGA QUE VOCÊ ME AMA!" (AMA AMA AMA AMA ecoando)
que nota?

em tempo: estou sem fumar há 64 dias. não, não parei por causa do evento acima narrado, não.

10 comentários:

Anônimo disse...

Ah, bom! Eu já estava concluindo que uma coisa tinha levado à outra!
(com o pensamento - Nossa, não sabia que a Julie era tão sensivel!)

Fernanda

Quéroul disse...

ah, mas eu tenho o meu puxador de carrinho, que comenta sobre o meu relacionamento e tenho a doida da padaria que quer participar do anEversário.

bons contatos os meus.
=*

Eduarda disse...

Cara, eu já mencionei anteriormente os meus malucos de estimação: tinha o homem que via pessoas feitas de mercúrio, a mulher que se relacionava com o mendigo para quem ela pagou um curso de informática e o meu Homem, que me ensinou o mantra da pica dura, grande, grossa e gostosa.

A gente tá é bem pra cacete...

Anônimo disse...

Cara, que mantra é esse? :o

Fernanda

très julie disse...

ai, adoro os malucos dos amiguinhos. quero detalhes, quero mostrar que não sou só eu que atraio esse povo.
e gente, preciso falar sobre a amiga de minha mãe e os pedidos pra yemanjá! anotando isso pra lembrar de contar aqui.

paula disse...

Só tenho uma coisa a dizer: Que amizade é essa?

:D

Eduarda disse...

Cara, para encurtar, ele era o Homem da minha vida (mesmo que eu ainda não soubesse disso). Ele me viu em sonho e havia peregrinado pela Índia, onde aprendeu que algumas mulheres, ao ficarem menstruadas, subiam nos telhados de suas casas e entoavam mantras em aramaico, que, traduzindo precariamente, significavam "pica grande, dura, grossa e gostosa".

Ele ia me ensinar o mantra, mas acabei recusando o homem da minha vida, então não rolou de aprender... :P

fabiana disse...

Pessoas loucas tipo o cliente que me chamou de gorda e fica meia hora olhando para a minha cara quando chega no escritório? Cara, eu não mereço!

Dudex, comássim vc recusa o homem da sua vida? Hahahahahaha

très julie disse...

"que amizade é essa?" precisa ser contada aqui. vou perguntar a ferraz como foi mesmo.
e O QUE É ESSE MANTRA??? HAHAHAHAHAHAHAHAHA! muito bom, cara.

Barbie disse...

ai, que óptemo. nao re-fume. plizis.