Páginas

terça-feira, 9 de junho de 2009

naquele tempo...

ok, ok, o período de bolas de feno rolando por aqui passou. vou tentar aparecer pelo menos uma vez por semana, sem muita autocobrança e tal. eu já disse que se tivesse uma maquininha ligando meu cérebro com um processador de texto, minha vida seria BEM mais fácil (e esse blog estaria sempre bombando de posts). mas não tem, né? então a gente se vira do jeito antigo mesmo.

hoje na hora do almoço minha mãe estava dizendo que ela se lembra da época em que não existia plano de saúde. e já tem um tempo que eu queria falar sobre coisas que não existem desde sempre ou existiam quando eu era criança/adolescente. até porque todo mundo aqui é mais ou menos da mesma idade (se você é odiosamente novo, pode rir também, eu deixo).

então, gente, o mundo já foi assim (bom, estou aqui resgatando memórias que podem não ser de todos):

não existia filtro solar
e nem pedro bial mandando a gente usar filtro solar. sério, sério. tá, não é que não existia, mas ninguém no brasil usava, só tinha coppertone (aquele do cachorrinho puxando o biquini da menina, que, por sinal, é jodie foster), e minha mãe tinha um tubo de pomada noskote que nunca acabava (porque, como eu disse, ninguém usava). basicamente, você passava o verão inteiro na praia sem usar nenhum produto besuntante que não fosse óleo bronzeador - minha mãe usava o bronzeador juruá, que vinha de belém do pará e tinha consistência de azeite de dendê misturado com mel. tinha até um povo maluco que passava coca cola pra dar aquele bronze.
então, um belo dia, apareceu o sundown. que, quando surgiu, tinha 3 opções: FPS 4, 8 e 12. eu usava o 4, e minha irmã, que hoje usa praticamente filtro solar barraca líquida usava o 8. é, não existia filtro solar mas ainda existia camada de ozônio...

condicionador se chamava creme rinse
e ainda digo mais: cada marca devia ter um. nada desse negócio de específico pra cabelos tingidos, cacheados, lisos, alisados, bla bla bla. a payot tinha um rosa (que se chamava creme rinse), tinha o neutrox 1 (amarelo, pra uso no banho) e 2 (rosa, pra praia e piscina), o boticário apareceu e tinha um.
aliás, o boticário, quando apareceu, devia ter tipo 10 produtos. super me lembro do shampoo de maçã verde (na década de 80 o pessoal curtia shampoo de maçã verde, depois sumiu), desse condicionador que vinha num frasco marrom e tinha tampa de metal QUE ENFERRUJAVA, e, claro, já tinha o acqua fresca, que deve ter sido o perfume usado pelos dinossauros (junto com aqueles da linha cristal da avon).

os shampoos tinham "sabores" estranhos
além do já citado maçã verde do boticário (tinha da niasy também, mas não lembro mais o nome do produto), era mega comum shampoo de ovo. juro, gente. tinha o seda ovo, o wella seleção ovo...
ah, sim, existia um shampoo chamado wella seleção. eu até hoje não me conformo com isso, até porque não tinha nada a ver com futebol.

existiam deditos
e nem venham dizer que hoje tem palitos de chocolate, porque deditos é insubstituível. nenhum, nenhum, NENHUM é tão bom quanto ele.

hidratação se chamava "massagem"
pelo menos aqui em salvador.
aliás, até hoje você vai achar gente que fala que vai dar uma massagem no cabelo. e dar uma escova. e tomar um curso de computador.

a gente ouvia o resultado do vestibular no rádio
e no dia seguinte saía no jornal, que você comprava e ficava lendo TODAS as listas pra achar os conhecidos.
agora não, tem essa facilidade de internet, a vida desse povo é muito fácil. e bem menos emocionante, porque ficar de galera ouvindo a lista de aprovados no rádio empolga muito mais do que acessar um site, jogar seu número de matrícula e ver o nome lá. acreditem em mim.

existiam os brinquedos estrela
não sei pra vocês, mas pra mim, brinquedo era estrela (tirando jogos, que eram grow). sabe aquela coisa de "existe a globo e existem as outras (que eram basicamente o SBT, a bandeirantes e a manchete)"? então, pra mim era assim com a estrela. meus brinquedos preferidos de todos os tempos (que não eram importados) eram da estrela: coleção moranguinho, querido pônei, ursinhos carinhosos, barbie, snoopy de pelúcia, snif snif...
e os comerciais? quando chegava perto do dia da criança, eles começavam a passar na tv, com todos os brinquedos, e a gente via aquilo e ficava com os olhos brilhando.
o jingle era algo. quero ver quem foi criança nos anos 80 e é capaz de ver esse vídeo sem se emocionar. eu quase chorei:



aliás, os jingles merecem uma menção especial; até hoje eu canto "trem das onze" na versão estrela:
não posso ficar nem mais um minuto sem big trem
sinto muito, mamãe, mas não pode ser
gosto de emoção
se eu perder esse trem que a estrela fez pra toda hora
só quem não tem coração
e além disso, mamãe, tem outras coisas
vai pra frente, vai pra trás e faz piuí
sou filho único
quero um big trem para brincar

o mundo era politicamente incorreto
por exemplo, eu tive uma boneca que passava roupa e enceradeira no chão, e que se chamava AMELINHA.
a tv exibia programas como tv pirata, que não só sacaneava com os planos econômicos como ainda tirou uma com a cara de narjara turetta ("a partir de hoje, um saco de pitombas passa a valer uma narjara turetta").
a revista manchete tinha uma edição especial de carnaval com um monte de fotos de mulheres seminuas, inclusive no baile vermelho e preto, que, na minha concepção, só podia ser um lugar onde só tinha prostituta.
não vou dizer que era melhor, já que o povo tava basicamente cagando pras minorias e pro meio ambiente, se você fosse ao psicólogo era problemático, só maluco ia no psiquiatra e tal. mas também na hora de ir a forra, exageraram pro outro sentido, porque atualmente tá foda.

absorvente íntimo não tinha abas
sim, colega, pasme. eu mesma não sei como a gente conseguia não se manchar inteira com eles. e também não tinha cobertura sempre seca (que maravilha é aquilo pra deixar uma mulher assada nas partes pudendas, não?) nem aquela tecnologia que transforma xixi em flocos de gelatina - ah, não, isso era pras fraldas descartáveis. o que me lembra que franda descartável era artigo de luxo, pra usar quando o bebê fosse sair e não obrasse o carro/as outras pessoas/a roupa nova. no dia a dia, era todo mundo usando fralda de pano.

não existia photoshop
sim, as mulheres saíam peladas e a gente efetivamente sabia como elas eram. e silicone não rolava, nem nos peitos e nem nos cabelos.
aliás, como o estatuto da criança e do adolescente é de 1990, menores de 18 anos saíam peladas, tipo luciana vendramini, que foi paquita meia hora só pra sair fantasiada na capa da playboy.

as pessoas não tinha gaydar
não mesmo. o cara tinha que ser tipo um ney matogrosso para ser identificado como gay. e um viadeiro era sex symbol (das mulheres): freddie mercury, lauro corona (que eu achava lindo por causa da novela direito de amar, mas, oi?, eu tinha 10 anos), george michael...

não existia leave-in (creme sem enxague)
junte isso ao fato de que você lavava seu cabelo com shampoo wella seleção ovo, passava creme rinse e secava com a toalha e saía saltitante e você vai entender porque os cabelos da década de 80 eram tão satânicos.

michael jackson era preto
e é por isso que poliana explica, a quem nunca jogou, nem sabe como se joga perfil, as regras da seguinte forma (não estou exagerando): "o jogo é assim, uma pessoa lê as dicas, você escolhe um número, a pessoa lê a dica, por exemplo: 'sou negro', e aí você tem que responder michael jackson porque o jogo é velho". gotta love her.
ah, além de preto, ele tinha nariz.

16 comentários:

Fan disse...

Caraca...
É, eu estou velha... a vida era assim mesmo!!
E sim, eu chorei vendo esse video da estrela... snif...
Lembrei de outras coisas:
McDonalds era lanchonete de luxo, que eu ia MUITO raramente, pra comer meu lanche paulista.
A coca cola que matava a sede da familia toda na refeição era de 1 litro (e em garrafa de vidro!). Hj a de 3 litros já nao é suficiente...
Os video games tinham menos botões do que nossa quantidade de dedos.
E... não esqueça do principal: não existia internet nem celular! ui! como vivíamos???

Cristiane Coelho disse...

Adorei!
Tb quase chorei vendo o vídeo...
Por não existir o leave-in, tive que rasgar algumas fotos daquela época...rs

Fan disse...

Ah é, como nao tinha leave-in, minha prima (que tem cabelo ruim) nao enxaguava o creme rinse... eu fui inventar de fazer isso uma vez e meu cabelo, que é oleoso desde o útero materno, ficou nojento !!!

Pi Pi Piriri Pi Pi disse...

Não faz muito tempo, vi meu pai jogando coca cola no corpitcho pra ficar mais bronzeado. JURO.

Quanto todas as outras coisas, eu vi/vivenciei boa parte delas. E sinto nostalgia de QUASE tudo. Menos da ausência do leave-in (Hahaha, eu também deixava uns "resíduos" de Neutrox no meu cabelo e A-DO-RA-VA o cor de rosa) e, principalmente, de escova progressiva, definitiva e afins.

E acabei de assistir ao vídeo da Estrela e chego a conclusão de que fui uma criança "desprovida de recursos" (na onda do POLITICAMENTE CORRETO): só tive Lar-Escritório - que por sinal, muito a contragosto, passei pra Isadora, prontofalei e o Fritex. Minhas primas ricas tinham os outros. Que ódio delas!

Quéroul disse...

eu sou muito saudosa do cheiro do Neutrox rosa!!! e me lembro muito do Palmolive (ou sei lá qual) de ovo!

e o lance da falta de gaydar é totalmente real: me lembro quando eu frequentava aulas de artesanato (taí mais um pra sua lista... boas épocas em que pintar pano de prato e casinhas de gesso era moda) e a mulherada, vários anos mais velhas que eu, saltitavam loooucas quando tocava Queen porque, AI, o Freddie Mercury era LINDO!

paula disse...

Meu Deus! Eu esotu aqui tendo uma crise histérica com a propaganda da estrela (brinquei com TO-DOS esses brinquedos, os que eu não tive - praticamente só os de menino - os meus primos tinham), sim, choro com a música e lembro dela toda.

Ai, tantas coisas pra comentar... compartilho todas as lembranças e nem dá pra falar de tudo! Mas te digo uma coisa: comi DEDITOS esse fim de semana. DE-DI-TOS o original. Ele existe e é perfeito!!!

O que me faz crer que o mundo ainda guarda alguma poesia nostálgica, apesar de que "Bob Marley morreu, pq além de preto era judeu. Michael Jackson resiste, pq além de branco ficou triste".

Rachel disse...

Ebaaaa! Vc voltou!!!
Adorei a retrospectiva...
O shampoo de ovo acho que era Colorama também, né?
E é da mesma época em que a Simony era criança e fazia parte do Balão Magico, que eu adorava! Alias, achei este video no youtube que me fez quase chorar (http://www.youtube.com/watch?v=Pia8EBfzhF8).
Saudades desta época...
Beijos

Caminhante disse...

Comoassimbial as pessoas não ouvem mais o resultado do vestibular no rádio!:?!!? (tá, é meio lógico, mas eu não tinha me tocado disso até hoje)

Dona Baratinha disse...

Menina, você passa 10 anos sem escrever mas quando escreve, deus me livre!!! Bege ao ver a retrospectiva Estrela, agora os que ainda existem são da Matel (tenho filha, o saber se explica, ódio porque eu não tinha a Lu Patinadora nem a Tchubléc Tchublin Bolinha de Sabão. Mas bicho BOCA RICA!!!! Eu tinha! Me divertia horrores. Outra coisa daquela época é que as famílias tinham em média 3 filhos, então brincar com esses jogos era sempre uma farra, hoje cara, compro jogos para Mini e que pãns ela não tem com quem brincar. E tem que lembrar que a Barbie custava OS OLHOS DA CARA e que ganhar uma era coisa assim, de Natal somente e talvez de aniversário. E o castelo de Grayskull? Jurááááááássico. Rayto de Sol figurava entre os mais mais das moçoilas que se bronzeavam (e que já ficavam bronzeadas a partir do momento em que colocavam o bronzeador por a cor da pasta era MARROM)....saudades, saudades.

MARIAH disse...

........EITA MENINA.....ACREDITA Q ENCONTREI ESTE BLOG PROCUARANDO NOTICIAS DO SHAMPOO WELLA SELEÇÃO?...
PRA ERA ÓTIMO....E SABE O Q EU USAVA PRA CLAREAR MEU CABELO?...MEL....PAS-
SAVA PURO NO CABELO ADICIONANDO UM POUCO DE AGUA SEM CLORO.....KKKKK.DEPOIS ERA SÓ LAVAR COM WELLA SELEÇÃO...KKKK..EITA DEUS
QUANTO TEMPO FAZ ISSO..SINTO SAUDADES
AH...E QUEM SE LEMBRA DO BRONZEADOR RAYTO DE SOL?...DUVIDO Q
VC LEMBRE.....KKKKK....ABÇO

poliana disse...

Ei!!!!!!! O nome do leave-in era Kolene!!!!! E ele deixava a roupa amarela!!!!!!!!!! Sem esquecer do Biorene e Bipdop, que vinham em tubos tipo pasta de dentes!!!!!

Fany disse...

As misses do cabeçalho já estão cansadas de pular as bolas de feno rolando nesse blog...

Ju disse...

Os brinquedos estrela: brinquei com alguns. Lembro dos shampoos-rsrsrs-meu cabelo já sofreu muito. Ahhhhhhhhhhhhhh, Neutrox amarelo voltou!!!!!!!!!!!!!!Pelo menos aqui onde moro.E ñ é q/ eu comprei!!!!!!!!!!
Antes de ver seu blog eu já estava nostálgica e comprei só pra recordar: sabonete Phebo.Lembra?
Você ñ falou dos sabonetes.
Lembro dos jingles e me emociono com muitos deles: "Sentada na calçada..." (Bolinha de Sabão).
Ai, saudade doída!

Ju disse...

Eu de nuevo: Você lembra do desodorante Playboy?????????
Era ele q/ para a época tinha umas propagandas bem avançadas?
Eu sei q/ era um desodorante, mas era o Playboy?

Ana disse...

Me dá uma TRISTEZA olhar lá e ver que vc não atualiza há 4 meses...

jeni jeni disse...

na verdade, jodie foster fez um comercial pra coppertone 10 anos depois da ilustração clássica da menina e do cãozinho ser feita. não é ela ali.