Páginas

domingo, 13 de abril de 2008

curtinhas de ontem

no aeroporto, 07:30h da manhã (depois de ter ido dormir às 4h e acordado às 6h). um bolo de homens com camiseta do capital inicial falando sobre show da banda em salvador (medo, esse povo vai viajar no meu avião?). uma galera batendo papo bem na frente do balcão do check in achando que estava em casa. eu com sono e de mau humor e achando aquela cacarejação toda o cu da cobra. aí um cara resolve interagir comigo, numa vibe paquera, e fala:
- tá indo pra salvador? vai ter show do capital. se você quiser, entra de graça, é só falar comigo.
eu olhe para ele e sorrio candidamente, e respondo:
- eu odeio o capital inicial.
gente chata que não deixa você curtir seu mau humor em paz, pô!

******************************************
no supermercado, pescando diálogos alheios.
- ah, que bom, você pegou o agrião.
- não, isso é rúcula.
- hum... então eu não sei o que é agrião.

******************************************
tomando várias num almoço (que saiu às 19h).
- então, marimar, maria do bairro e maria mercedes são todas iguais.
- gente, claro que não! de jeito nenhum!
- tá, e qual é a diferença?
- gente, marimar... é no mar.
- ...
- e tem los avozitos...
- los abuellitos.
- sim, los abuellitos que morrem e ela vai se vingar.

******************************************
tudo isso num período de menos de 24 horas.

5 comentários:

fabiana disse...

A Marimar era aquela que morava em uma 'choupana' xexelenta assim, em frente ao mar?

Barbie disse...

A Marimar morava sim na choupana e se diferia basicamente pelos chapéus - devia ter uns 5 - e pelos vestidos parecendo os da chinesa linda de In the Mood for Love, muitos, mas muitos backless dresses depois que ela ficou rica.

marimar, quando voltou rica para se vingar dos que a fizeram pegar jóias com a boca da lama, disse chamar-se Bela. Algums pessoas perguntaram se não era estranho ela ser idêntica à Imunda da Praia, uma dal Marimar, mas tratava-se apenas de alguns desavisados: logo deram-se conta de que essa pergunta era irrelevante e esqueceram esse detalhe.

Sabe que música eu baixei hoje? (Na verdade baixei a trilha de malu Mulher): Fafá de Belém cantando "que me veeeenha esse hoommeeeeemmmm".

fabiana disse...

Quando as personagens de Thalia ficavam ricas, estranhamente se adotava um penteado único para todas as cenas, tipo, um coque de laquê bem no alto da cabeça, inclusive nas cenas em que ela estava, sei lá, de camisola. Muito bizarro!

très julie disse...

eu amo saber que meus amigos sabem tanto sobre novelas protagonizadas por thalia.
infelizmente, não vi nenhuma. que lapso na minha formação!

e essa coisa das pessoas não reconhecerem alguém só porque houve uma mudança de roupa/penteado vem desde o super homem. é só tirar os óculos, fazer um pega rapaz no cabelo e botar uma roupa ridícula com cueca por cima da calça que, bingo! você passará incógnito.

Barbie disse...

Os coques da Thalia eram realmente feitos pra durar duas semanas. A Televisa tão poderosa e tão low-budget. Engraçado, né?
Mas ela estava bonita rica em Marimar.

O que eu acho legal em novela mexicana é que o low-budgetismo nem se disfarça como na Globo (só eu que ainda lembro dos cenários marroquinos de papel maché de O Crone?)

Os vestidos se repetiam depois de no máximo cinco capítulos e inclusive o vestido que ela tinha usado no escritório podia voltar reciclado numa festa de gala.

Também é interessante que se morre um ator, se aposenta ou é demitido, eles simplesmente põem outro no lugar pra fazer o mesmo papel. Isso ocorreu com a mãe de Maria Joaquina e com o inspetor Firmino de Carrossel. A primeira, de loira baixa virou morena alta da noite pro dia 8!) e o segundo voltou magro,mais novo e sem barba.

Mas, pra variar, ninguém quis notar.