Páginas

domingo, 8 de junho de 2008

o amor é cego e brega - parte 8

ainda na vibe do dia dos namorados, vamos falar de outro fenômeno que fica bem popular essa época do ano.

fotografei você na minha roleiflex

hoje eu vi o shopping frei caneca anunciando alguma promoção medonha do tipo "a cada X reais em compras, você ganha uma caneca com a sua foto para presentar o seu amor". shopping frei caneca - caneca, pegaram? pegaram?

deixando de lado essa inexplicável felicidade das pessoas em ganharem brindes a cada determinada quantia de dinheiro gasta, a troco de quê deveria ser bom uma caneca com a sua foto para presentear o amado?

eu REALMENTE não entendo. o ser humano é chegado numa eternização da imagem. para isso inventaram as câmeras fotográficas, filmadoras e afins. agora, por que se acha interessante imprimir essa imagem em canecas, almofadas e bolsas? não dá pra se limitar ao porta retrato?

pior: por que algumas pessoas acham que é de bom gosto sair com a foto do ser amado estampada no peito, ou melhor, na roupa? e deus que me perdoe, mas são sempre as piores fotos, a camiseta mais vagabunda e a impressão mais medonha e desbotada. e geralmente, os fotografados não favorecem muito, também...

atualmente, com a tecnologia permitindo coisas que antes eram impossíveis, temos também os bolos com fotos. sim, porque hoje em dia, você tem papel comestível que pode ser impresso com tintas que não fazem mal à saúde, e ter um lindo bolo com a foto que você escolher (mas nem parece que você pode escolher. pelo nível das fotos que o povo usa nessas coisas, parece que uma pessoa altamente escrota olhou TODAS as fotos possíveis e selecionou a pior).

um amigo meu, outro dia, me disse que ele não pôde ir num aniversário qualquer e que mandaram bolo pra ele. quando ele viu, ia comer o braço da aniversariante (e não num sentido erótico, vale frisar). fica meio hannibal, no fim das contas...

9 comentários:

Momó disse...

Minha filha, só comentando a história dos presentes bregas, esse tal coração com braços virou uma lenda urbana. Reza a lenda que quem ganha leva um pé na bunda do namorado/namorada em pouquíssimo tempo depois que ganha. Fato quase que totalmente comprovado com quase 100% de certeza! Uma vibe assim meio O chamado versão Dia dos namorados, sabe? Adouro.

Ó, bora marcar de sair esses diaaaaaaaaas!

Beijo!

Duda disse...

Cara, ME-DO da lenda urbana da Momó...se bem que a lenda, na minha versão, seria a de que leva um pé na bunda quem DÁ um troço desses de presente...

Princesa Barbie disse...

aaaah, que puxa. quando eu estava nas primeiras linhas, ainda no papo da foto na caneca, pensei: vou lembrá-la dos famigerados e toscos bolos com foto. é, não contei com sua astúcia. o coroinha tentando desbancar o bispo.
;)

paula disse...

Vou me filiar à galera que propaga a versão dois da lenda sobre o coração de pelúcia.

Ah, julie, não sei se você já viu que se pode gravar fotos agora em jóias, como se fosse um trabalho de jateamento.

As pessoas na minha família acham isso legal. Minha irmã deu um pingente de coração com a foto gravada de presente à minha mãe.

Se eu não fosse a cara de meu pai, podia cogitar a possibilidade de adoção.

Momó disse...

AHAHAHAHAH

A gente bem pode deturpar a lenda, não vejo problema algum nisso, até pq quem dá a porcaria do coração merece bem levar um pé na bunda...quando eu tava com meu ex ele ameaçou me dar esse negócio e eu contei da lenda, com medo do namoro acabar ele desistiu do presente. O namoro acabou, mas pelo menos eu não fiquei com aquela praga de lembrança, rs.

fabiana disse...

Camiseta com fotos do ser amado, do filho, da vovó, do cachorrinho, do papagaio etc...

o sumo do brega!

Helena disse...

Estou passando intacta pelo dia dos namorados ju... Aqui foi dia 14 de fevereiro! Dia 12 aqui, só véspera de Sto Antonio... o que é igual a balada! rs...
Bjao, saudades!

très julie disse...

gente, cadê o abaixo assinado da versão alternativa da lenda do coração, pra eu botar meu nome?

très julie disse...

e paul, eu já vi essas jóias jateadas! gente, por mais bem feito que se faça, fica minúsculo, nem dá pra ver nada. por que a pessoa não usa um relicário, tão mais delicado e interessante?